A gente ama, a gente sonha

Oiee pessoal, como vão?
Quase não postei hoje, por causa do frio..rsrsrs...não estou sentindo meus dedos (mesmo com luvas) e meio que demorei um século para conseguir digitar sem apertar três teclas ao mesmo tempo...rsrsrs
Bom, a autora Fabiane Ribeiro disponibilizou um e-book do livro dela, A gente ama, a gente sonha para o blog, e assim que terminei de ler, fiz a resenha. Bom, aqui está.
Vocês já leram algum livro da Fabi? O que acharam?


Titulo: A gente ama, a gente sonha
Autora: Fabiane Ribeiro
Edição: E-book
Páginas: 260
Sinopse: Num futuro distante, em que a humanidade é completamente diferente daquela que conhecemos, Vanessa depara-se com situações para as quais foi treinada a não se importar: morte, fé, família, amor. Uma mensagem vinda do ano de 2012 é apenas o começo das mudanças em sua vida, que se intensificam quando ela começa a sonhar livremente, o que também era proibido. Em uma narrativa sobre a reinvenção do homem do futuro, dos valores e do mundo, A gente ama, a gente sonha, é um misto de ficção futurista com os dramas atuais da humanidade, que, apesar dos esforços, nunca mudam. As perdas e os sonhos vão levar Vanessa a descobrir um mundo novo e a resgatar sentimentos escondidos em seu peito. Descobrir quem é o rapaz misterioso dos seus sonhos é apenas um de seus problemas, quando, na verdade, amar é o maior crime que ela poderia ter cometido. 

Resenha

Já imaginou viver num mundo onde o azul do céu está extinto? Onde o sol queima como fogo, e o ar sufoca de tanta poluição? Onde os mais pobres morrem e os mais ricos continuam vivendo até a idade matar? Um lugar onde o mar não se mexe, é um lodo grudento, e o céu marrom alaranjado. Um mundo onde sentimentos são crimes, e sonhar um crime ainda maior. Esse é o mundo onde Vanessa vive, um mundo devastado, uma natureza que quase não existe mais, graças á tanta poluição da parte dos seres humanos.

Vemos todos os dias por ai situações horríveis que acabam com a natureza, poluição que destrói cada vez mais os animais, as árvores, mas alguma vez já pensamos no que se resumirá o futuro daqui a 200, 300 anos? Será que o céu ainda vai ser dessa cor maravilhosa e clara que é hoje? Será que o mar vai continuar requebrando com as ondas, e continuará com aquela coloração linda, abrigando seres estranhos e bonitos? Nunca parei para pensar em como ficará o mundo no futuro, mas depois que li esse livro, fiquei imaginando se realmente não estamos acabando com as cores belas, se o futuro será como no livro de Fabiane Ribeiro.

Um dia, a realidade havia sido como nos seus sonhos.” – página 24

Na época em que Vanessa vive, as pessoas são classificadas de acordo com a situação financeira: P = pobres, M = miseráveis, R = ricos, e E = extremamente ricos. Vanessa teve sorte em nascer na classe R, tendo assim uma casa luxuosa e a expectativa de vida ultrapassando 100 anos, enquanto Zildhe, nasceu na classe miserável, onde a estimativa de vida é de 26 anos. O ar é tão poluído, e o sol queima tanto, que as pessoas andam nas ruas com capacetes e roupas grossas, como macacões especiais para se proteger, mas os pobres e os miseráveis, que não tem dinheiro o suficiente para esse luxo, acabam morrendo sufocados e queimados todos os dias. Zildhe é uma dessas pessoas, que lutam dia após dia para sobreviver, com medo de sufocar e ser engolida pela poluição.

“Não era uma sociedade pós-apocalíptica. Era o próprio apocalipse.” – página 15

Como se já não bastasse tudo isso, os pobres e os miseráveis não podem criar laços com a família, tanto que assim que nascem, são enviados a um tipo de creche, e ficam lá até completarem a idade certa para começarem a trabalhar, e aí, é cada um por si.
Gostei muuito desse livro, é tão real que eu estava lá com Vanessa, respirando aquele ar horrível que queima os pulmões. Já tinha lido os outros livros da Fabiane, e gostei muito deles ♥ Cada vez mais a escrita da Fabi vai ficando ainda melhor, e os personagens mais corajosos e amigáveis. Nem preciso dizer que amei os personagens, né? rsrsrs Lucy eu te adoooro ♥
Nunca tinha pensado num futuro como este, onde tudo é tecnológico e ruim, e também não havia pensado que isso pode acontecer um dia...

“— Esses sonhos devem estar me deixando realmente maluca! Tudo de que preciso é
de uma boa noite de sono. Não é prudente pensar na diferença de classes. Cada um
tem a sorte de nascer no ambiente ao qual, de fato, pertence” – página 25

O livro merecia uma continuação. Me apaixonei pela história, é muito bonita e emocionante. Espero que nunca aconteça o que aconteceu no livro, pois seria horrível as próximas gerações sofrendo desse jeito, cada um vivendo sua vida, como se os outros não precisassem de ajuda e estivessem morrendo no meio da rua. Se a diferença de classes hoje em dia já é ruim, imagine se tudo fosse como é no livro...
MilkMilks
Dryh Meira

6 comentários

  1. Eu também adoro esse livro! Muito bom mesmo. É da Fabi, tá explicado.

    Abraços,
    Igor Gouveia
    diariodebordodeumleitor.com
    (Espero seu comentário lá.)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Igor
      rsrs é mesmo, só do fato de ser da Fabi já é considerado AQUELE livro

      Excluir
  2. Tenho muita vontade de ler um livro da Fabiane, mas ainda não tive oportunidade....

    Adorei a resenha, ficou perfeita, to curiosa agora... rsrsrsrrs

    bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Ana ^^
      Os livros da Fabi são maravilhosos, um melhor que o outro ♥

      Excluir
  3. Olá, o Blog We Want Dreaming te indicou em um selinho!
    http://wewantdreaming.blogspot.com.br/2013/07/selinho-versatile-blogger.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Cassy ^^
      Vou dar uma passadinha lá ;) obrigada

      Excluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...