Diário de uma paixão

Titulo: Diário de uma paixão
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 256
Edição: 1
Lançamento: 2010
Sinopse: "Não sou nada especial; disso estou certo. Sou um homem comum, com pensamentos comuns, e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome em breve será esquecido, mas amei outra pessoa com toda a minha alma e coração e, para mim, isso sempre bastou." Noah Calhoun Assim tem início uma das mais emocionantes e intensas histórias de amor que você lerá na vida... O livro é o retrato de uma relação rara e bela, que resistiu ao teste do tempo e das circunstâncias. Com um encanto que raramente é encontrado na literatura atual, O Diário de uma Paixão de Nicholas Sparks, o consagra como um contador de histórias clássicas, com uma perspectiva excepcional sobre a mais importante e única emoção que nos mantém. Com mais de 12 milhões de cópias vendidas, o livro que emocionou as pessoas ao redor do mundo, foi traduzido para mais de 20 línguas. 

Resenha

Esse foi o segundo livro que eu li da Maratona Sou Doideira, escolhi ele porque já estava na fila de espera há algum tempo, e eu estava curiosa para conhecer melhor a história que tanta gente elogia tanto e diz ter chorado ao terminar.
“... O meu pai me contava que a primeira vez que a pessoa se apaixona muda a vida dela para sempre, e por mais que tente, o sentimento nunca desaparece. Essa garota de quem você me falou foi o seu primeiro amor. E não importa o que você faça, ela vai ficar com você para sempre.” – página 27
Noah e Allie se conheceram há quatorze anos, quando ainda eram jovens, e se apaixonaram perdidamente um pelo outro, eles passaram então a se encontrar e se amar incondicionalmente, até os pais de Allie darem um basta ao romance e a levarem para longe. Noah não era rico, sua família não era das mais famosas da cidade, diferente da de Allie, imagine só o que os outros iriam falar se os dois se casassem...
“Allison Nelson, 29 anos e noiva, uma pessoa da alta sociedade, à procura de respostas que ela precisava saber, e Noah Calhoun, o sonhador, 31 anos, visitado pelo fantasma que acabara dominando a sua vida.” – página 46
Sem Allie, Noah ficou só, alistou-se ao exército e foi para a guerra, onde viu amigos serem mortos diante de seus olhos, e quando voltou, estava completamente sozinho, com exceção de sua cachorrinha de três pernas. Ele ainda tinha alguns amigos, mas ninguém por quem se apaixonar e a quem amar, Allie era única, e sempre seria. Ele escreveu cartas para ela que nunca foram respondias, mas mesmo depois de anos sem noticias de sua amada, ele ainda a amava, e pensava nela todas as noites. 
“E, por um momento fugaz, uma minúscula fagulha de tempo que paira no ar feito vagalumes nos céus de verão, ela perguntou a si mesma se não estaria outra vez apaixonada por ele.” – página 76 
“Ele simplesmente tinha se apaixonado outra vez. Agora ele sabia, sentados ali um junto ao outro. Apaixonara-se por uma nova Allie, não apenas pela lembrança dela.” – página 82
Imagine só a surpresa de Noah quando Allie finalmente voltou, aparecendo de repente na varanda de sua casa, sozinha, com um sorriso no rosto e aqueles olhos brilhantes que sempre o encantaram. Allie estava noiva, mas voltou para procurar o único homem que a fez sentir-se especial durante toda a sua vida, mas de alguma forma ela sabia que não conseguiria resistir aos encantos de seu primeiro amor.

A leitura é rápida, rápida até demais. Não consegui aproveitar o livro, tudo se passa tão rápido que eu fiquei um pouco perdida, e senti falta de uma escrita mais calma e suave que presenciei em outros livros do Sparks. O livro é narrado em terceira pessoa, e conta o passado e o presente ao mesmo tempo, mas é claro, em capítulos separados.

Com oitenta anos, Noah continua cuidando de Allie, que descobriu uma doença sem cura e tratamento quando era um pouco mais nova: Alzheimer, e infelizmente não consegue se lembrar de seu marido e filhos.
Noah é um homem apaixonado, sempre foi, e continua sendo mesmo depois de décadas. O livro é um pouco previsível, não sei se digo isso por já ter visto o filme, mas sinceramente, foi o pior livro do Nicholas Sparks que eu já li, e só tenho elogios para este autor. Infelizmente Diário de uma paixão não me encantou, nem um pouco. Esperava algo mais tocante e emocionante, queria uma história real de amor, uma história completa, e não foi o que eu encontrei ao ler esse livro.
Não chorei com o final, na verdade, nem percebi que já estava nele. Virei a página e dei de cara com uma biografia do autor, pensei “É isso?”, aquele não era um final de jeito nenhum!

A história em si é bonita, e parece que foi inspirada nos avós da esposa de Nicholas Sparks, mas o autor poderia ter trabalhado melhor não só a história, mas também os personagens. Não tive tempo de criar uma opinião para ambos. Enfim, não é um livro que eu leria novamente.


Como Diário de uma paixão fazia parte dos livros escolhidos por mim na Maratona Sou Doideira, a música que eu acho que se encaixa perfeitamente para o livro é Always, do Bom Jovi. A música fala de amar alguém para sempre, e foi o que aconteceu com Noah, ele sempre amou Allie, ela foi a única mulher de sua vida.
MilkMilks
Dryh Meira

12 comentários

  1. Olá
    Ainda não li esse livro, mas assisti ao filme, que gostei bastante.
    Adorei a escolha da música. Sou fã do Bon Jovi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu também gostei do filme, uma pena o livro não ser tão bom quanto *-*

      Excluir
  2. Li muitos livros do tio Nick mas esse foi um dos que mais esperei e mais me decepcionei. Não foi uma leitura horrenda, de fato, mas eu esperei tanto e fiquei com a cara lá no chão no fim da leitura quando me perguntei, era só isso?
    Enfim, concordo com você.
    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é horrível se decepcionar com um autor como o Nicholas *-*

      Excluir
  3. Um dos melhores de Sparks.
    Sem mais.
    Tocante sim, foi escrito na dose certa na minha opinião, não é a toa que é um dos livros mais vendidos e queridos dele.

    ResponderExcluir
  4. Opa, Bon Jovi! <3
    Eu só vi a adaptação cinematográfica desse livro e gostei, mas também já vi muita gente reclamando que o livro não é lá essas coisas :/ Gosto muito do Sparks como pessoa e desejo a ele muito mais sucesso, mas seus livros não são para mim kkkkk
    Beijos, Dryh! <3

    bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. no caso dessa história eu curti bem mais o filme :/

      Excluir
  5. Dryh!
    O primeiro livro do Nicholas que li foi esse e chorei baldes de lágrimas, daí me apaixonei pelos livros deles, embora sejam um tanto dramáticos, mas essa história é linda!
    O filme ficou mais emocionante porque é mais dinâmico.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Dryh!
    Já li uns troceeeentos livros do Sparks e não aguento mais. prontofalei.
    Acho que os primeiros livros que a gente lê dele são sempre melhores, não por de fato terem melhor qualidade, mas por nós não conhecermos ainda sua fórmula. Todos os livros seguem um mesmo esqueminha, como uma receita, chega um hora, que o encanto dessa receita acaba. pelo menos para mim acabou.

    um beeijo Lara
    http://meusmundosnomundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk' eu também não aguentava mais, ai acabei dando um tempo até voltar a ler semana passada *-*

      Excluir
  7. Sinceramente acho os livros desse autor muito melancolico e evito ler seus livros e ver seus filmes. Sempre as histórias são ótimas mais os finais são tristes e não gosto de finais assim, prefiro aqueles que são finais felizes.

    ResponderExcluir
  8. Não tenho interesse em ler esse livro, acho que é só mais um romance clichê do Nicholas Sparks ... "/

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...