Lilith - Meu amor da escuridão

Titulo: Lilith – meu amor da escuridão
Autora: Adriana Vargas
Editora: Sollo
Páginas: 156
Edição: 1
Lançamento: 2014
Sinopse: Quando chega a noite, meio à escuridão, ela surge linda, faminta de almas... Zephyr, gótico e devoto agente funerário no distrito de Piraputanga, passa seus dias, embalsamando cadáveres da pequena cidade em que vive, escondendo os segredos que permeiam sua vida, um deles, o corpo do pai, embalsamado, escondido no quarto - meio que encontrou para se livrar da solidão. Frequentador de cemitérios nos momentos de reflexão, ele passa a ser assombrado pela inesquecível presença de Lilith, um demônio que lutará até o fim para roubar, não somente seu coração, sobretudo, sua alma.

 Resenha

Li Lilith através de um book-tour organizado pela Raissa do blog Livros Românticos e comecei a ler o livro assim que ele chegou.
A diagramação não ficou perfeita, as letras são grandes demais e as palavras praticamente coladas nas laterais do livro, parece que não havia espaço para os parágrafos, então ficaram um pouco apertados demais, e isso atrapalhou um pouco a leitura, eu tinha que manobrar o livro e as mãos para conseguir ler sem amassar.

Zaphyr é um garoto gótico de vinte anos que trabalha na funerária que um dia fora de seu pai, que falecera recentemente. Um garoto estranho que desperta interesse e curiosidade em todos da cidade, mas que também é xingado de “demônio” e coisas do tipo, mas ele já está acostumado com insultos como este, então não dá muito atenção. Zaphyr não enterrou o pai por motivos emocionais, então todos os dias o coloca sentado numa cadeira próxima á janela do quarto, mas a cada dia que passa, o homem tem um odor mais forte e se decompõe.

Zaphyr mantém contato através da internet com Y, uma garota por quem ele está se apaixonando e com quem ele conversa todos os dias, e em sua cabeça, ele tem a imagem perfeita do rosto dessa garota, mesmo que nunca a tenha visto. Após alguns acontecimentos, Zaphyr encontra Lilith, uma deusa belíssima que volta a aparecer diversas vezes, lhe dando ordens e usando seu corpo.
“Ele sabia que ela voltaria novamente. Mas jurou que, da próxima vez, ela não teria a mesma sorte, estaria preparado para dizer não. Sentia-se cansado de ter que se justificar a ela, toda vez que Lilith sentia que era a ela que o corpo dele pertencia. Usado. Era assim que se sentia.” – página 89 
Uma das ordens da deusa era ressuscitar Isabele, uma moça que se jogou de uma torre próximo ao local onde Zaphyr morava, e ele viu Isabele cair e chegar ao chão em seus sonhos. Ele então começa a cuidar da garota morta-vida, para desgosto de Lilith, que apenas queria a alma da garota e temia que os dois acabassem se apaixonando. 
“Treinava um amor desprendido de expectativas, que se declara sem sequer precisar que o outro ouça. Ela era o colapso entre a ilusão e a alegria de um dia nublado. Ele, o corvo entristecido pela solidão que o sufocava.” – página 7 
Lá pela metade do livro, consegui entrar na história e passei a gostar dos personagens, mas somente de Isabele e Zaphyr. O inicio foi um pouco cansativo, mas sabia que algo mais interessante estava para vir, então continuei lendo no mesmo ritmo.
A autora só nos diz quem Y é no final do livro, mas eu já desconfiava desde o inicio, mas como ela não chega a dar muitas provas e dicas de quem a garota é, só desconfiei mesmo, não cheguei à conclusão até Zaphyr descobrir.

A história flui rápido, apesar de as letras serem quase grudadas no miolo do livro, e por ser um livro bem pequeno, terminei de lê-lo bem rápido.
A história é um misto de romance com terror, e a autora trabalhou os dois temas muito bem, tanto que a descrição de Lilith me assustou um pouco.

O final e algumas outras partes do livro me deixaram um pouco confusa, mas principalmente o final, que eu não gostei muito. Não sabia o que esperar dele, mas com certeza não era isso. Achei um pouco forçado, e não gostei nem um pouco.
Esse foi o primeiro romance gótico que eu li, e já posso dizer que não é um dos meus gêneros favoritos, mas a autora trabalhou bem a história, os antepassados de Zaphyr e os motivos de Lilith o ter escolhido, e gostei bastante, ela criou uma base para tudo o que estava acontecendo, e isso deixou a história bem melhor.

MilkMilks
Dryh Meira

22 comentários

  1. Olá
    Nunca li um romance gótico, mas fiquei curiosa com esse livro. Parece ser muito bom. Pena que a diagramação não é muito boa, mas mesmo assim, gostaria de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que a editora dê uma consertada no livro, mas tirando isso é muito bom :)

      Excluir
  2. Nunca li um livro assim, mas me interessei bastante, to com vontade de ler rs.

    http://booksandflowers.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ola! Achei a premissa do livro interessante, sem contar a capa e o nome do livro que me chamaram muito atenção. Dica mais do que anotada!

    Adorei seu blog! Conheci vocês através do blog Sou Bibliófila da Delmara ^^
    Já estou seguindo vocês, se quiser conhecer o meu cantinho também sera
    super bem vinda!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Joi ^^ estou dando uma passadinha lá no seu blog ;)

      Excluir
  4. Dryh!
    Sou bem fã da Adriana Vargas, os livros que li dela me envolve de uma forma que não sei explicar.
    As capas dos livros da Adriana são sempre uma explosão de beleza, o que atrai ainda mais.
    Romances góticos são interessantes porque trazem um clima de romance misterioso e o enredo do livro parece diferenciado, mesmo que a diagramação não seja tão boa.
    Quero muito poder ler mais esse livro da Adriana!
    Sua resenha sincera é importante para termos noção dos seus sentimentos.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. os livros da Adriana são mesmo maravilhosos ♥

      Excluir
  5. Eu ainda não havia conhecido esse livro, mas depois de ver a capa me apaixonei! Acho que compraria só para poder tê-la em minha estante *-* Infelizmente depois de ler sua resenha me desanimei para lê-lo, não me deixou muito interessada :/

    Beijinhos!

    Bia, Blog Escrevendo Mundos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. capa lindona né? haha' eu também adoraria ter esse livro na minha estante ^^

      Excluir
  6. Oi, Dryh-floooor!
    Adorei conferir sua resenha. Estou ansiosa para ler este livro! Meu romance – que está chegando ao final – envolve demônios. Então, esse tema tem me interessado bastante. Além disso, o fato de ser um romance gótico me deixou animada para conferi-lo. :)
    Eu gostei da sua resenha justamente para saber quais impressões a história causou. Pena que a diagramação do livro pecou dessa forma, porque a capa é linda demais! Espero que numa próxima edição, eles melhorem. Também é uma pena que você não gostou da Lilith, mas algo me diz que a autora já previa isso dos leitores (rs). Difícil gostar de uma deusa que só quer usar das pessoas. E quanto ao final, bem, quero ler para saber o que acharei dele.
    Enfim, lerei o livro com certeza!!!! \õ/
    Beijos, flor!

    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está escrevendo um romance? Por que eu sou a ultima a saber?!!! haha' fico muuito feliz por você Francine, quero lê-lo hem? haha'

      Excluir
  7. Obrigada por sua resenha Dryh :D, obrigadãooo. Gostei da desenvoltura da resenha. Bjs
    Adriana

    ResponderExcluir
  8. Também entro para a lista de quem nunca leu nada do gênero, e confesso que este gênero me despertou bastante curiosidade, mas confesso que não é a primeira resenha mais negativa que leio sobre este livro, realmente uma pena, o fato da diagramação...Mas quero poder ler algo em breve, mas por enquanto o livro não me despertou interesse!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esse gênero não é muito conhecido, foi o primeiro livro que eu li *-*

      Excluir
  9. Esse é exatamente o tipo de livro que gosto... uma pena a diagramação ta ruim. to realmente interessado pelo livro agora... aceito doação viu Dryh.

    ResponderExcluir
  10. nunca li um livro gótico, mas gostei mto da história do coveiro q embalsamou o pai e tbm aparece uma pessoa q se descobre q é um demônio, fiquei mto curiosa.

    ResponderExcluir
  11. Não gosto de livros góticos, mas a capa é muito interessante, talvez eu leia esse livro.

    ResponderExcluir
  12. Acho bem interessante o livro, acho q leria, apesar do gênero não ser um dos meus favoritos, mas acabei o enredo do livro bom ")

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...