Eu estive aqui

Título: Eu estive aqui
Autora: Gayle Forman
Editora: Arqueiro (cortesia)
Páginas: 240
Edição: 1
Lançamento: 2015

Sinopse: Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo... Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal? A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos. Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo.... e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida.
Resenha

Meg e Cody são melhores amigas. Elas cresceram juntas, e como a família de Cody era um pouco desestruturada, formada apenas por sua mãe saideira, ela praticamente fora criada ao lado de Meg, como se elas realmente fossem irmãs. As duas eram como carne e unha, sabiam tudo uma da outra e planejavam ir para a universidade juntas, porém, Cody acaba ficando na cidade pequena onde nascera, enquanto Meg ia para faculdade.

“Essa era Meg... Ela era capaz de fazer qualquer coisa. De ajudar qualquer pessoa” ... “Menos a si mesma”. – página 47

A distância fez com que a relação das duas murchasse um pouco. Cody sentia raiva por ainda continuar na cidadezinha pacata enquanto Meg fazia novas amizades e conhecia o mundo afora. Ela queria estar lá com a amiga, e não limpando casas para ganhar alguns trocados.
Cody percebe que não conhecia Meg de verdade quando recebe um e-mail da amiga, onde a mesma diz estar dando um fim à própria vida. Meg havia planejado tudo, a forma com que iria se matar, quem receberia o tal e-mail, o dia em que a encontrariam... Mas por que ela não havia falado com Cody?

Éramos melhores amigas, quase irmãs. Por quanto tempo ela adiou a decisão sem me contar? E o mais importante: por que ela não me contou? – página 13

Alguns dias após o acontecido, os pais de Meg pedem que Cody vá buscar as coisas dela em Seattle, e lá Cody conhece os amigos e colegas de quarto da melhor amiga, e ao mesmo tempo, percebe que não conhecia Meg tanto quanto pensava. Aquela Meg era diferente da Meg que ela conhecia, e ao encontrar o notebook da amiga, Cody descobre um arquivo criptografado, e percebe que alguns e-mails haviam desaparecido da caixa de entrada. Curiosa, encontra conversas de Meg com um guitarrista chamado Ben McCallister, um rapaz pelo qual ela havia se apaixonado, e que, por alguma razão, tinha pedido para que ela o deixasse em paz.

Quando consegue abrir os arquivos protegidos e passa a conhecer Ben, Cody percebe que haviam muitas coisas debaixo do tapete. Meg não era mais a mesma, e tudo o que Cody queria naquele momento era investigar o que havia acontecido com a melhor amiga, e ajuda-la da melhor forma possível, levando em conta o afastamento recente delas. Seria culpa dela que Meg havia feito aquilo? Se ela tivesse prestado mais a atenção, nada de ruim teria acontecido?

Se tem uma coisa que sei é que ela não me contou que estava sofrendo tanto que a única maneira de acabar com a dor era encomendar uma dose de veneno industrial e manda-lo goela abaixo. – página 29

Eu estive aqui é muito mais do que eu pensei que seria. A história é tão real que eu não fiquei nem um pouco surpresa quando a autora disse ter sido inspirada por outra pessoa. Suicídio é uma coisa quase comum hoje em dia, levando em conta todo o estresse e as doenças/distúrbios mentais que é possível ter durante a vida. Mas ainda assim, ler uma história com “esse tipo de acontecimento” mexe muito com a gente, é impossível não se emocionar ou não se afeiçoar a Cody e toda a sua dor.
Ficar sem Meg não parecia uma alternativa, que sempre estivera por perto. Meg era como o seu Sol, dizia ela, e quem é que gostaria de viver num mundo sem sol?

Eu sou um planeta sem sol. Já estou fria e morta. – página 199

Esse é um livro sensível, sentimental e, ao mesmo tempo, forte. Sobreviver a uma perda tão grande é muito difícil, mas cavar fundo nessa perda da forma que Cody cavou, é ainda mais. Ter Cody narrando a história só faz ficar mais fácil gostar dela, mas seu sofrimento e angústia são tão fortes, que mesmo depois que o livro acaba, a garganta ainda continua apertada, e os olhos cheios de lágrimas querendo cair.

Ela não me contou que achava a vida um sofrimento insuportável. Eu não fazia a menor ideia. – página 49

Gayle Forman se superou com esse livro, e eu não consigo dizer quanto Eu estive aqui mexeu comigo. Acredito que seja uma experiência diferente para cada leitor, mas espero que todos possam se prender à história da forma que eu me prendi, e que gostem dela tanto quanto eu gostei. Eu estive aqui é um livro maravilhoso, e para quem já leu os livros da autora, prepare-se, pois ele é muito melhor.

  

27 comentários

  1. Oi Dryh,
    Já tinha visto esse livro no skoob, mas não dei muita atenção, mas agora,depois da sua resenha, me arrependo de não ter visto antes! Já comprei na Amazon mesmo e comecei a ler, ele por enquanto está bom, e espero que melhore mais pra frente, e que ele mexa comigo também rs
    Gostei muito de sua resenha!
    Beijinhos flor.
    Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste da leitura, Manuelly ^^

      Excluir
  2. gosto de livros com temática de suicidio pois é um assunto que me interessa bastante... espero ter a chance de ler...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste do livro, Maria ^^

      Excluir
  3. Olá!

    Eu também solicitei à Arqueiro esse livro. Nunca li nada da Gayle, mas ainda estou com um pezinho atrás, sei lá, ainda não me convenceu. Espero mudar de ideia. Pelo menos a capa está bem bonita.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste da escrita dela, "Eu estive aqui" é o meu favorito até agora :)

      Excluir
  4. Eu amei esse livro também. Sou fã da autora mas para mim ainda o preferido é Se eu ficar. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Se eu ficar" também não fica muito atrás, já viu o filme?

      Excluir
  5. Que bom que você gostou tanto do livro.
    Confesso que estou enjoada da escrita de Forman, por isso passei longe desse livro.
    Mas, sendo tão lindo e sensível, vou reconsiderar!
    Os quotes são ótimos mesmo!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que pena, mas espero que você tenha a chance de lê-lo, vale muito a pena :)

      Excluir
  6. Acho que desenvolvi um preconceito literário totalmente idiota… O nome da autora não me atrai. E, nossa, sinto-me muito boba por isso, porque quando soube do lançamento desse livro não me dignei sequer a ler a sinopse. Agora, vendo a sua resenha, percebo que é uma obra que merece ser conhecida. O tema suicídio, associado a um mistério a ser desvendado pela amiga, me deixou entusiasmada. Espero ler a obra e gostar tanto quanto você.

    Beijos!
    http://myqueenside.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste tanto do livro como eu, Fran, a história é muito linda ♥

      Excluir
  7. A Gayle Forman consegue emocionar em cada novo livro que ela lança.
    Não conhecia o "Eu estive aqui", mas consegui me envolver com toda a trama e o sofrimento de Cody através da sua resenha.
    Tá na minha lista de livros para ler ;)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste tanto do livro quanto eu, Babi ♥

      Excluir
  8. Oi, Dryh! Eu ainda não li nada da Gayle Forman, apesar de ter muita vontade. Acho que vou começar por esse, já que você disse que é muito melhor que os outros. Parece ser mesmo incrível. Acho que para lidar com um tema tão pesado e complicado, a autora tem que desenvolver muito bem a história. Pelo que você disse, ela conseguiu fazer isso. Estou curiosa para conhecer a abordagem e fiquei instigada pelos mistérios que rondam a obra. Obrigada pela indicação! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Eu estive aqui" é muito bom, espero que você goste dele e dos outros livros da autora. Camila ♥

      Excluir
  9. Socorro, estou louca pra ler esseeeeee
    Beijinhos, Vic (https://corujasdebiblioteca.wordpress.com/)

    ResponderExcluir
  10. Oi Dryh, sua linda, tudo bem
    Esse assunto é muito forte, sempre acreditei que alguém que ultrapassa esse limite, que desiste da própria vida, deve estar carregando um peso insuportável, que não é capaz de carregar. E pelo trecho que colocou, acho que a autora conseguiu passar justamente esse sentimento. Ainda não li nenhum livro da autora, mas esse parece ser ideal para ocmeçar. Adorei a resenha!!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não consigo imaginar quão duro deve ser para essas pessoas. Acredito que se o livro fosse pelo ponto de vista de Meg, ao invés de Cody, seria ainda mais incrível ♥

      Excluir
  11. Que lindo!! Me pareceu mesmo um livro muito emocionante. Eu li uma resenha, mas você me trouxe fatos que eu desconhecia. Tina me interessado pelo livro, agora estou interessadíssima. Parabéns pela sua resenha. Ficou demais!

    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, Vanessa ^^ espero que você goste do livro :)

      Excluir
  12. Eu li o seu eu ficar e gostei quero ler muito esse livro se antes já estava com vontade agora então depois da resenha fiquei com mais vontade ainda

    ResponderExcluir
  13. Eu li o seu eu ficar e gostei quero ler muito esse livro se antes já estava com vontade agora então depois da resenha fiquei com mais vontade ainda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste do "Eu estive aqui" também :)

      Excluir
  14. Adorei as novas capas com fotos que colocaram pra autora Gayle Forman, só falta eles colocarem essa edição pro livro Apenas um dia. Acho os livros dela muito fofos e história lindas.

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...