O sol também é uma estrela

Eu adorei Tudo e todas as coisas, o primeiro livro da Nicola Yoon que foi lançado aqui no Brasil. Mas O sol também é uma estrela superou as expectativas, e se mostrou uma história ainda mais delicada e apaixonante.

Título: O sol também é uma estrela
Autora: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro (cortesia)
Páginas: 288
Edição: 1
Lançamento: 2017
Sinopse: Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.
Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.
O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

Resenha

Hoje é a minha última chance de tentar convencer alguém – ou o destino – a me ajudar a descobrir um modo de ficar nos Estados Unidos. Só para esclarecer: não acredito no destino. Mas estou desesperada. – página 12

Filha de imigrantes ilegais da Jamaica, Natasha chegou aos Estados Unidos com apenas oito anos de idade, e aquele se tornou, então, seu lar. Até seu pai estragar tudo ao ser pego dirigindo embriagado, e eles estarem prestes a serem deportados. Ela está vivendo seu último dia no lugar que aprendeu a chamar de casa, mas não quer desistir. Não pode desistir.

Daniel é filho de imigrantes coreanos, e nasceu nos EUA. Assim como seu irmão mais velho (um odioso irmão mais velho que eu queria muito esganar), ele sofre pressão dos pais para se tornar médico, o que não é realmente o que quer para si. Acontece que, vindos da pobreza, tudo o que seus pais querem para os filhos é que tenham uma vida melhor, e, por vida melhor, eles enxergam apenas uma carreira na medicina. Mas Daniel quer ser poeta. Daniel estava se preparando para uma entrevista para ingressar em Yale quando a viu. Ele ficou encantado com a menina que se perdia na música de seus fones de ouvido no meio de NY.

Natasha e Daniel são pessoas completamente diferentes. Ela só acredita em fatos e na ciência, enquanto ele crê fielmente no universo, no destino e no amor. Quando se conhecem, e ao longo do dia que passam juntos (é, a história se passa em um só dia, mas, assim como A probabilidade estatística do amor à primeira vista, é apaixonante!), ele tenta convencê-la de que pode fazer com que ela se apaixone por ele. Ao mesmo tempo, Natasha busca ajuda para continuar no país, e Daniel precisa decidir seu futuro. Mas será que eles não podem fazer tudo isso juntos?

Sei que não existe isso de “feitos um para o outro”, no entanto fico imaginando se talvez não esteja errada. – página 86

Eu tinha ficado encantada com Tudo e todas as coisas, o primeiro livro da autora. Mas O sol também é uma estrela foi de encantador para apaixonante. Vi uma moça agradecendo por Nicola escrever histórias com protagonistas negras, o que bem sabemos, é uma coisa rara. Mas eu acho que Nicola fez muito mais do que isso neste livro. Ela não só nos apresentou personagens jamaicanos, como também coreanos. Minorias vivendo num país diferente, sofrendo preconceitos e pressão dos pais para “conviverem com seus iguais”. Os pais de Daniel queriam que ele se cassasse com uma coreana, não aceitariam uma negra. Os pais de Natasha não gostariam que a filha namorasse um coreano. Importante também que a autora abordou na história a questão da imigração ilegal, e também da auto aceitação, ou da não aceitação de quem realmente somos.

Fiquei vidrada na história, em seus acontecimentos e torcendo para que tudo se resolvesse, para que a família de Natasha pudesse ficar, para que Daniel não fizesse medicina, e para que todos vivessem felizes para sempre. O sol também é uma estrela não foi previsível, e me deixou um pouco sem chão. E também encantada. Talvez não agrade a todos por conta do romance, que se passa em menos de um dia, principalmente os céticos, mas eu realmente gostei. Achei que os personagens foram muito bem construídos, e a relação dos mesmos com seus familiares, muito bem desenvolvidas.

Gostei tanto de Natasha quanto de Daniel. Ele tinha um quê de romântico incorrigível/poeta apaixonado que me encantou, mas acho que ela foi a verdadeira estrela da história. Sua vida não era fácil, ela vivia com a família num apartamento que só tinha um quarto, e dividia a sala com o irmão mais novo, com uma cortina no meio, dando privacidade a ambos. Seu pai havia colocado o futuro dos quatro em risco em uma única noite, e, no fim, foi ela quem precisou correr atrás das coisas, de uma nova chance. Merece meu respeito e minha admiração!

A autora me surpreendeu com a narração. O livro tinha capítulos narrados por Natasha e Daniel, na primeira pessoa. Mas também contava um pouco da história de personagens secundários, (ainda bem, porque eu estava curiosa a respeito de vários deles) e temos, inclusive, alguns capítulos (denominados Olhos, Cabelo, etc...)  que são um pouco explicação cientifica, um pouco sentimentos. Ficou um pouco confuso, mas eu não sei bem como explicar... Acho que só lendo para saber...hehe’ *-*

Estou doida para ver a adaptação de Tudo e todas as coisas, mas acho que, se pudesse escolher, escolheria O sol também é uma estrela para ver nas telonas, pois essa história realmente me fisgou. E tem momentos engraçados, o que só deixou tudo ainda melhor, pois eu adoro momentos engraçados. Gostei demais, e recomendo muito J

De tudo que o dia de hoje poderia ter se tornado, eu não poderia prever isto. Mas agora tenho certeza de que cada acontecimento teve como proposito me trazer para ela, para nós, para este momento – e para este momento nos levar para o resto da nossa vida. – página 145

 

13 comentários

  1. Eu amei a capa desse livro e estou muito curiosa com a leitura. Sua resenha só me deixou mais ansiosa ainda. Parabéns pela honestidade e a bela resenha.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Eu estou acompanhando o lançamento desse livro e só vejo críticas maravilhosas em relação a história. Eu estou muita vontade de fazer a leitura da obra e sua resenha me animou bastante, eu ainda não pesquisei sobre a autora, mas fiquei feliz em saber que ela tem outra obra também encantadora! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Bom, eu não li nada da autora, mas "Tudo e todas as coisas" está na minha listinha! Esse livro parece ser uma leitura incrível e que marca o leitor.
    Vi que o marketing estava apostando alto na obra, e a maioria que leu, se apaixonou.
    Acho que estou apaixonada pelo Daniel ♥
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. oie, estou bem curiosa para ler essa obra e gostei de saber que ele trata dessas diferenças raciais, abordando essas minorias e traz personagens fortes. Essa autora é super bem elogiada e espero ler

    ResponderExcluir
  5. Oi, Dryh!
    Estou lendo esse livro agora!!! Dei uma olhada só nas suas impressões sobre o livro. Quero ler o livro às cegas. rsrs...
    Adoro esses capítulos aleatórios de outros personagens, até os inanimados. rsrs... A autora está me encantando com essa história!
    Espero gostar bastante quando eu terminar a leitura!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Não li nada da autora ainda :/ mas, estojo morrendo de curiosidade, li comentários tão bons para ambas as obras, que acredito que irei curtir bastante as histórias. Não sabia que o livro se passaria em apenas um dia, normalmente não gosto de histórias apressadas, onde tudo acontece muito rápido, mas se bem explorado para mim okay.

    ResponderExcluir
  7. Oi Dry!
    Não li esse livro da Nicola, mas to ansioso. Desde que foi lançado la fora que eu tenho curiosidade de ler ele. Achei o romance de Tudo e Todas as Coisas muito envolvente e esse não parece diferente. Espero gostar. To só esperando eu exemplar chegar.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiii tudo bem???

    Acredita que não tinha ligado a autora de tudo e todas as coisas a esse livro, não sabia que era a mesma. Ainda não li nenhum dos 2, mas me chamou muita atenção.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  9. Oi!!
    Ainda não conheço a escrita dessa autora, mas lendo a sinopse e a resenha fiquei com vontade de ler esse livro envolvente e surpreendente. Parece que a história da Natasha e o Daniel é bem interessante!
    Bjos,
    Cidália.

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Ainda não conheço a escrita da autora, mas estou aqui com o livro e cheia de expectativas de ler. Adorei saber que são histórias apaixonantes. Sim a autora trabalha com protagonistas poucos explorados o que ótimo. Adorei a resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Ainda não li nada da autora pois, apesar dos diversos elogios, não tinha lido até agora nenhuma resenha que conseguisse me cativar a ponto de ao menos ficar curiosa sobre a história assim como a sua me deixou, seja desse livro ou de Tudo e Todas as Coisas. Gostei principalmente das circunstâncias que cercam e envolvem os protagonistas e que parecem tornar a obra singular. Achei muito interessante a divisão dos capítulos, foi um modo bastante diferente de contar mais sobre os personagens secundários.
    Amei sua resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    A cada resenha que leio desse livro fico ainda mais curiosa, e sempre que leio me animo pois sempre falam que não é um livro previsível, e isso já anda ganhando pontos comigo rs' Gosto de saber que é bem envolvente e com uma história que te deixa pensando por dias. espero ler ainda esse ano!

    Beijos!
    http://blogdatahis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Dryh, sua linda, tudo bem?
    Eu já tinha visto algumas resenhas desse livro que estava todo mundo com expectativas e todas estão elogiando como você. Tenho que realmente elogiar a autora por trazer à tona o tema da imigração e colocar as minorias como protagonistas, o que até então, só tenho visto em filmes. E as mensagens do livro são lindas, já vi alguns quotes. Estou louca para ler. Sua resenha ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...