Londres é nossa!

Oiee pessoas ^^

Quem aí gosta de um livro divertido, leve, apaixonante e com personagens que fogem do "padrão"? Eu sei que eu adoro, e esses foram alguns dos motivos pelos quais eu adorei Londres é nossa!, publicado pela Galera este ano :)

Título: Londres é nossa!
Autora: Sarra Manning
Editora: Galera (cortesia)
Páginas: 266
Edição: 1
Lançamento: 2017
Sinopse: Sunny sempre foi um pouco ingênua, até meio molenga. Mas quando recebe a foto de seu namorado beijando outra garota em seu celular, ela sabe exatamente o que fazer: encontrá-lo e terminar tudo. Só que... será que Mark não tem uma explicação para isso tudo? Eles estavam indo tão bem... Agora, Sunny precisa achar o rapaz em pleno sábado à noite em uma das cidades mais movimentadas do mundo. O que antes parecia uma tarefa simples virou uma verdadeira corrida maluca por Londres. No caminho, Sunny conhece um condutor de riquixá, grupo de dragqueens, sua banda girl power favorita e, principalmente, os Goddard – os gêmeos (primos) franceses mais misteriosos e descolados de Londres.

Irmãos de sangue

Oiee pessoas ^^


Ontem comecei a ler o primeiro livro da trilogia A sina do Sete, da Nora Roberts, e assim que o terminei já fiz a resenha e vim contar o que achei. Não foi uma experiência muito boa, até porque o livro não me agradou... mas deu para tirar algo disso tudo. Bora?

Título: Irmãos de sangue
Autora: Nora Roberts
Editora: Arqueiro (cortesia)
Páginas: 288
Edição: 1
Lançamento: 2017
Série: Trilogia A sina do Sete #1

Sinopse: A misteriosa Pedra Pagã sempre foi um local proibido na floresta Hawkins. Por isso mesmo, é o lugar ideal para três garotos de 10 anos acamparem escondidos e firmarem um pacto de irmandade. O que Caleb, Fox e Gage não imaginavam é que ganhariam poderes sobrenaturais e libertariam uma força demoníaca. Desde então, a cada sete anos, a partir do sétimo dia do sétimo mês, acontecimentos estranhos ocorrem em Hawkins Hollow. No período de uma semana, famílias são destruídas e amigos se voltam uns contra os outros em meio a um inferno na Terra. Vinte e um anos depois do pacto, a repórter Quinn Black chega à cidade para pesquisar sobre o estranho fenômeno e, com sua aguçada sensibilidade, logo sente o mal que vive ali. À medida que o tempo passa, Caleb e ela veem seus destinos se unirem por um desejo incontrolável enquanto percebem a agitação das trevas crescer com o potencial de destruir a cidade.
Em Irmãos de Sangue, Nora Roberts mostra uma nova faceta como escritora, dando início a uma trilogia arrebatadora em que o amor é a força necessária para vencer os sombrios obstáculos de um lugar dominado pelo mal.

O bazar dos sonhos ruins

Oiee pessoas ^^

Última resenha do dia, prometo...haha' Desta vez, de Bazar dos Sonhos Ruins, do mestre do terror Stephen King. O livro foi resenhado pela Carol Castro :)

Título: Bazar dos Sonhos Ruins
Autor: Stephen King
Editora: Suma das Letras (cortesia)
Páginas: 527
Edição: 1
Lançamento: 2017
Sinopse: "Mestre das histórias curtas, o que Stephen King oferece neste livro é uma coleção generosa de contos – muitos deles inéditos no Brasil. E, antes de cada história, o autor faz pequenos comentários autobiográficos, revelando quando, onde, por que e como veio a escrever (ou reescrever) cada uma delas.
Temas eletrizantes interligam os contos; moralidade, vida após a morte, culpa, os erros que consertaríamos se pudéssemos voltar no tempo... Muitos deles são protagonizados por personagens no fim da vida, relembrando seus crimes e pecados. Outros falam de pessoas descobrindo superpoderes – como o colunista, em “Obituários”, que consegue matar pessoas ao escrever sobre suas mortes; ou o velho juiz em “A duna”, que ainda criança descobre uma pequena ilha onde nomes surgem misteriosamente na areia – nome de pessoas que logo morrem em acidentes bizarros. Em “Moralidade”, King narra a vida de um casal que vai se despedaçando quando os dois mergulham no que, a princípio, parece um vantajoso pacto com o Diabo.

Obs.: Se quiserem ouvir música, indico [Amiina - Fantômas]

A garota-corvo

Oiee pessoas ^^

Hoje trago a resenha de A Garota-Corvo, publicado pela Companhia das Letras e resenhado aqui no blog pela Carol Castro. Espero que gostem :)

Título: A Garota-Corvo
Autora: Erik Axl Sund
Editora: Companhia das Letras (cortesia)
Páginas: 580
Edição: 1
Lançamento: 2017
Sinopse: Tudo começa em um parque da cidade de Estocolmo, onde o corpo de um menino é encontrado. A detetive superintendente Jeanette Kihlberg lidera a investigação, lutando contra um promotor apático e uma força policial burocrática que não quer dedicar recursos para resolver o assassinato de uma criança imigrante. Todavia, com a descoberta dos cadáveres mutilados de mais duas crianças, fica claro que um serial killer está à solta. Kihlberg procura a psicóloga Sofia Zetterlund, uma especialista em recuperar crianças que sofreram violência, e as vidas das duas mulheres se entrelaçam de forma quase instantânea profissional e pessoalmente. À medida que se aproximam da verdade sobre os assassinatos, as duas vão aos poucos perceber que os crimes escondem um mal subterrâneo que parece abraçar toda sociedade sueca. Na veia da série Millenium, A Garota-Corvo é um thriller sombrio e de tirar o fôlego, e uma investigação dos recantos mais sombrios da mente humana. 
Obs.: se quiserem ouvir música, indico [Pascal Pinon - Forest].

Nossa música

Oiee pessoas \0/

Nossa música é o novo livro da Dani Atkins (autora de Uma curva no tempo e A história de nós dois, ambos destruidores), lançado pela editora Arqueiro recentemente. Além da capa linda, Nossa música também possui uma história maravilhosa e arrebatadora, e muito, mas muito emocionante

Título: Nossa música
Autora: Dani Atkins
Editora: Arqueiro (cortesia)
Páginas: 368
Edição: 1
Lançamento: 2017
Sinopse: Ally e Charlotte poderiam ter sido grandes amigas se David nunca tivesse entrado em suas vidas. Mas ele entrou e, depois de ser o primeiro grande amor (e também a primeira grande desilusão) de Ally, casou-se com Charlotte.
Oito anos depois do último encontro, o que Ally menos deseja é rever o ex e sua bela esposa. Porém, o destino tem planos diferentes e, ao longo de uma noite decisiva, as duas mulheres se reencontram na sala de espera de um hospital, temendo pela vida de seus maridos. Diante de incertezas que achavam ter vencido, elas precisarão repensar antigas decisões e superar o passado para salvar aqueles que amam.
Com a delicadeza tão presente em seus livros, Dani Atkins mais uma vez nos traz uma história de emoções à flor da pele, um drama familiar comovente que não deixará nenhum leitor indiferente.

Ninguém nasce herói

Oiee pessoas ^^

Não sei vocês, mas eu adoro distopias! Quando vi a capa, a sinopse (e o nome, confesso) de Ninguém nasce herói, lançamento de julho da editora Seguinte, fiquei doidinha para ler. Imaginem a minha surpresa quando li as primeiras páginas e já não queria largar o livro! Bora conhecer o livro?

Título: Ninguém nasce herói
Autor: Eric Novello
Editora: Seguinte (cortesia)
Páginas: 384
Edição: 1
Lançamento: 2017
Sinopse: Num futuro em que o Brasil é liderado por um fundamentalista religioso, o Escolhido, o simples ato de distribuir livros na rua é visto como rebeldia. Esse foi o jeito que Chuvisco encontrou para resistir e tentar mudar a sua realidade, um pouquinho que seja: ele e os amigos entregam exemplares proibidos pelo governo a quem passa pela praça Roosevelt, no centro de São Paulo, sempre atentos para o caso de algum policial aparecer. Outro perigo que precisam enfrentar enquanto tentam viver sua juventude são as milícias urbanas, como a Guarda Branca: seus integrantes perseguem diversas minorias, incentivados pelo governo. É esse grupo que Chuvisco encontra espancando um garoto nos arredores da rua Augusta. A situação obriga o jovem a agir como um verdadeiro super-herói para tentar ajudá-lo — e esse é só o começo. Aos poucos, Chuvisco percebe que terá de fazer mais do que apenas distribuir livros se quiser mudar seu futuro e o do país.

Lendo Anna Kariênina #1

Olá a todos!

Vocês se lembram do projeto de leitura conjunta de Anna Kariênina que lancei semana passada? Esse será o primeiro post, referente a parte 1 do livro (com um certo atraso, infelizmente).

Título: Anna Kariênina
Autor: Liev Tolstói
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2017
Páginas:
Sinopse: “Toda a diversidade, todo o encanto, toda a beleza da vida é feita de sombra e de luz”, escreve Liev Tolstói no romance que Fiódor Dostoiévski definiu como “impecável”. Publicado originalmente em forma de fascículos entre 1875 e 1877, antes de finalmente ganhar corpo de livro em 1877, Anna Kariênina continua a causar espanto. Como pode uma obra de arte se parecer tanto com a vida? Com absoluta maestria, Tolstói conduz o leitor por um salão repleto de música, perfumes, vestidos de renda, num ambiente de imagens vívidas e quase palpáveis que têm como pano de fundo a Rússia czarista. Nessa galeria de personagens excessivamente humanos, ninguém está inteiramente a salvo de julgamento: não há heróis, tampouco fracassados, e sim pessoas complexas, ambíguas, que não se restringem a fórmulas prontas. Religião, família, política e classe social são postas à prova no trágico percurso traçado por uma aristocrata casada que, ao se envolver em um caso extraconjugal, experimenta as virtudes e as agruras de um amor profundamente conflituoso, “feito de sombra e de luz”.

O Leopardo

Olá a todos,

Hoje trago a resenha de um clássico italiano que me agradou muito, segue minha opinião sobre O Leopardo:

Título: O Leopardo
Autor: Giuseppe Tomasi de Lampedusa
Editora: Companhia das Letras (cortesia)
Páginas: 384
Lançamento: 2017

Sinopse: Itália, anos 1860, Risorgimento. Os fragmentados estados italianos estavam em um tormentoso processo de unificação, e o estabelecimento de uma nova ordem se mostrava cada vez mais pungente. Ambientado num universo intensamente melancólico e sensual e repleto de elementos de ironia e humor, 'O Leopardo' acompanha a história de Dom Fabrizio Salina e de sua decadente família aristocrática siciliana — cujo brasão carrega inscrito o Leopardo que dá nome ao livro —, ameaçados pelas forças revolucionárias e democráticas durante os embates dessa transição. Nesse intrincado contexto, Salina precisa decidir como encarar as novas mudanças que se impõem tanto em sua vida pública como privada. Único romance do escritor italiano, O Leopardo foi recusado por duas editoras e só veio a ser publicado um ano depois da morte de Lampedusa, em 1958, quando ganhou atenção da crítica e transformou-se num cultuado best-seller na Itália. Esta edição tem tradução e posfácio de Maurício Santana Dias e inclui textos do apêndice de Gioacchino Lanza Tomasi.

As cores do amor

Oiee pessoas \0/

Não sei vocês, mas eu sou bem estranha se tratando de livros. Tem horas que digo que vou fugir dos romances (principalmente os hots), mas aí quando vejo lá estou eu lendo algum. O que me leva a crer que, não importa o que aconteça ou o que eu decida, os romances nunca vão parar de surgir na minha estante...haha'
As cores do amor foi um livro que eu senti muita curiosidade de ler, principalmente porque eu já tinha lido O amor não tem leis, também da Camila Moreira, e tinha gostado. Bom, aqui não foi diferente.

Título: As cores do amor
Autora: Camila Moreira
Editora: Paralela (cortesia – lançamento em 31/7/2017)
Páginas: 320
Edição: prova antecipada
Lançamento: 2017
Sinopse: O que define uma pessoa? O dinheiro? O sobrenome? A cor da pele? Filho único de um barão da soja, Henrique Montolvani foi criado para assumir o lugar do pai e se tornar um dos homens mais poderosos da região. No entanto, o jovem se tornou um cafajeste aos olhos das mulheres, um cara egocêntrico segundo os amigos e um projeto que deu errado na concepção do pai. Quando o destino coloca Sílvia em seu caminho, uma jovem decidida e cheia de personalidade, Henrique reavaliará todas as suas escolhas. O amor que ele sente por Sílvia o fará enfrentar o pai e transformará sua vida de uma maneira que ele nunca pensou que fosse possível. Um sentimento capaz de provar que nada pode definir uma pessoa, a não ser o que ela traz no coração.

Pequenas grandes mentiras

Oiee pessoas ^^

Já faz um bom tempo que li este livro, mas só agora fui me lembrar de compartilhá-lo por aqui...haha' foi uma história que me surpreendeu bastante, e eu vou contar o por quê :)

Título: Pequenas grandes mentiras
Autora: Liane Moriarty
Editora: Intrínseca
Páginas: 400
Edição: 1
Lançamento: 2015
Sinopse: Com muita bebida e pouca comida, o encontro de pais dos alunos da Escola Pirriwee tem tudo para dar errado. Fantasiados de Audrey Hepburn e Elvis, os adultos começam a discutir já no portão de entrada, e, da varanda onde um pequeno grupo se juntou, alguém cai e morre.
Quem morreu? Foi acidente? Se foi homicídio, quem matou?
Pequenas grandes mentiras conta a história de três mulheres, cada uma delas diante de uma encruzilhada.
Madeline é forte e decidida. No segundo casamento, está muito chateada porque a filha do primeiro relacionamento quer morar com o pai e a jovem madrasta. Não bastasse isso, Skye, a filha do ex-marido com a nova mulher, está matriculada no mesmo jardim de infância da caçula de Madeline. Celeste, mãe dos gêmeos Max e Josh, é uma mulher invejável. É magra, rica e bonita, e seu casamento com Perry parece perfeito demais para ser verdade.
Celeste e Madeleine ficam amigas de Jane, a jovem mãe solteira que se mudou para a cidade com o filho, Ziggy, fruto de uma noite malsucedida.
Quando Ziggy é acusado de bullying, as opiniões dos pais se dividem. As tensões nos pequenos grupos de mães vão aumentando até o fatídico dia em que alguém cai da varanda da escola e morre.

Divulgação: Gustavo Lopes

Oiee pessoas, como vocês estão?

Para quem não conhece, o Gustavo Lopes é autor do livro O Inominável, publicado de forma independente nas plataformas Wattpad e Luvbook. Conheci o Gustavo recentemente, mas fiquei impressionada com a sinopse de seu livro, e precisava compartilhá-la com vocês!


Sinopse: Um grupo de amigos, estudantes do ensino médio, encontram um livro, jamais visto até então na biblioteca de sua escola, e resolvem provar a veracidade de seu conteúdo, instruções para um ritual aparentemente inofensivo e extremamente tentador. Motivados por um histórico de bullying e a promessa de um fim definitivo para os seus problemas, Andreia, Augusto "Bolinha", Davi e Thalita partem em uma jornada sem retorno, rumo à escuridão inominável que habita em seus corações.

Sangue por sangue

Oiee pessoas \0/

Voltei! haha' não sei se perceberam, mas eu sumi... O blog ficou um pouco abandonado, mas eu e o Heitor sempre dávamos um jeitinho de postar alguma coisa por aqui.
Li Sangue por sangue já tem algumas semanas, mas só agora consegui digitalizar a resenha (estava fazendo tudo à moda antiga) e postá-la. Como é o segundo (e o último) livro da duologia, a resenha contém spoilers do primeiro, Lobo por lobo :)

Título: Sangue por sangue
Autor: Ryan Graudin
Editora: Seguinte (cortesia)
Páginas: 440
Edição: 1 (e-book)
Lançamento: 2017
Série: Lobo por lobo #2

Sinopse: Para o Terceiro Reich, a Segunda Guerra Mundial pode ter acabado, mas para a resistência a luta está apenas começando. Yael é sobrevivente de um campo de extermínio e tem uma habilidade especial é uma metamorfa, capaz de mudar a aparência física e assumir a forma de qualquer pessoa. Ela também é uma garota em fuga o mundo acabou de vê-la atirar e matar Adolf Hitler. Yael é a inimiga número 1 da Germânia e de seus aliados, e vai precisar se infiltrar no território inimigo mais uma vez se não quiser pagar com o seu próprio sangue. Em meio a segredos sombrios acompanhados por verdades obscuras, apenas uma pergunta paira na mente de todos do grupo de Yael o quão longe você iria por aqueles que você ama.

Lendo Anna Kariênina

Olá a todos,

A Companhia das Letras lançou recentemente uma nova edição de Anna Kariênina, do russo Tolstói. Para compartilharmos nossas experiências durante a leitura e também para saciar meu sonho de ter um clube de leitura, decidi criar um projeto de leitura conjunta.


Título: Anna Kariênina
Autor: Liev Tolstói
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2017
Páginas: 880
Sinopse: "Toda a diversidade, todo o encanto, toda a beleza da vida é feita de sombra e de luz", escreve Liev Tolstói no romance que Fiódor Dostoiévski definiu como "impecável". Publicado originalmente em forma de fascículos entre 1875 e 1877, antes de finalmente ganhar corpo de livro em 1877, Anna Kariênina continua a causar espanto. Como pode uma obra de arte se parecer tanto com a vida? Com absoluta maestria, Tolstói conduz o leitor por um salão repleto de música, perfumes, vestidos de renda, num ambiente de imagens vívidas e quase palpáveis que têm como pano de fundo a Rússia czarista.
Nessa galeria de personagens excessivamente humanos, ninguém está inteiramente a salvo de julgamento: não há heróis, tampouco fracassados, e sim pessoas complexas, ambíguas, que não se restringem a fórmulas prontas. Religião, família, política e classe social são postas à prova no trágico percurso traçado por uma aristocrata casada que, ao se envolver em um caso extraconjugal, experimenta as virtudes e as agruras de um amor profundamente conflituoso, "feito de sombra e de luz".
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...