Dica: A lista negra

Oie pessoas, tudo bem com vocês?
Estava em dúvida de qual resenha postar hoje, aí foi só bater o olho em A lista negra que essa dúvida sumiu. É um livro maravilhoso, um dos melhores que eu já li, e vou contar por quê. Vamos lá?

Titulo: A lista negra
Autora: Jennifer Brown
Editora: Gutenberg
Lançamento: 2012
Edição: E-book
Páginas: 394
Sinopse: E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas.
Resenha

Valerie é o tipo de garota que sofre bullying na escola por ser diferente, problemática, é chamada de Irmã da morte pelos mais populares, mas não é solitária, tem seu grupo de amigos e um namorado: Nick. Ela e Nick se dão super bem, ele a trata como se ela fosse a garota mais linda e especial do mundo. Nick também não se encaixa muito bem na escola, assim como Val, ele tem seus inimigos, e são muitos.

Valerie e Nick eram só mais um casal de namorados, mas antes mesmo de se conhecerem melhor, Val tinha um caderno onde escrevia os nomes das pessoas que odiavam, e as coisas que ela odiava, como por exemplo, as brigas constantes dos pais. Essa lista foi crescendo e crescendo, Val não a levava muito a sério, era só uma forma de descarregar suas frustrações.

- Sabe por que a gente se dá tão bem, Val? -, ele perguntou depois de um tempo. - Porque pensamos exatamente igual. É como se tivéssemos o mesmo cérebro. É legal

Nick era obcecado por morte, ele e Valerie estavam sempre conversando sobre formas de se matarem ou de matarem outras pessoas. Para ela, era só mais uma conversa boba sem pé nem cabeça, mas para ele não, Nick parecia levar á sério entrar num carro e jogá-lo de um penhasco. Valerie estava tão apaixonada que não percebia que Nick ficava cada vez mais estranho, cada vez mais obcecado e com raiva das pessoas, principalmente de Chris, um garoto que vivia atormentando ele na escola.

Num dia qualquer de aula, Nick abre fogo contra os alunos, e teria matado muito mais pessoas se Val não o tivesse impedido. Muitas vitimas morreram, outras ficaram com seqüelas que levarão para o resto da vida, mas nenhuma delas se sentiu como Val, como se fosse culpada por tudo aquilo que aconteceu, afinal, as vitimas estavam todas na Lista negra, que ela ajudou a criar. Para a policia, ela era uma suspeita; para seus pais, a filha problemática que causava problemas demais e atrapalhava a vida deles; para os alunos, Val era a cúmplice; e para ela mesma, a responsável por aquilo tudo.

Apesar de não ter atirado em ninguém, muita gente culpa Valerie pelo o que aconteceu, e ninguém parece dar importância ao fato de que ela acabou com o tiroteio, e que levou um tiro para que ninguém mais morresse, com exceção de Nick, que acabou se suicidando. Durante toda a história, Val se culpou pelo o que aconteceu, se culpou por não ter percebido que Nick estava diferente e ainda mais obcecado pela morte do que o normal. Nem mesmo os pais de Val acreditavam nela, achavam que qualquer coisa era motivo de interná-la, ou ela acabaria machucando as outras pessoas.

Um dos personagens mais encantadores é o Dr. Hieler. Ele é o único que parece entender Valerie, e acaba se tornando o único amigo que ela pode contar. Outra personagem que também me conquistou foi a própria Valerie. Mesmo depois de tudo o que aconteceu com ela, todas as coisas ruins, ela continuava forte e agüentando mais um ano na escola, agüentando todas aquelas pessoas que passaram a odiá-la ainda mais depois do atentado, e que continuaram culpando-a até o fim do livro.

Percebemos que Val sente falta de Nick, e ao mesmo tempo raiva por ele ter feito tudo aquilo que fez, e por não estar lá para protegê-la e cuidar dela quando ela mais precisava. Ela não conhecia o Nick assassino, o Nick por quem ela se apaixonou não é o mesmo Nick que atirou nela, que matou seus colegas, aquele Nick era outro. O Nick por quem ela se apaixonou não a deixaria sozinha no meio de todas aquelas pessoas, ele estaria lá para tomar conta dela.

A lista negra é um dos melhores livros que eu já li, emocionante, comovente, uma história que eu nunca esquecerei, e um livro que eu leria e releria sem pensar. Nunca pensei que leria um livro como esse, e que conheceria uma personagem como Val, que mesmo não estando errada, não contraria as pessoas. A leitura é super rápida, me vi presa na história desde a primeira página, e não consegui parar de ler até terminar. É um livro que vale a pena ser lido.

MilkMilks
Dryh Meira

5 comentários

  1. Nossa, esse livro parece perfeito para mim. Só em ver como a estória cria vida, como a personagem enfrenta as pessoas da escola, familia á julgando.. me parece incrível.
    Eu estou desejando esse livro, vou ver se encontro na saraiva e vou compra-lo<3
    A resenha me prendeu do início ao fim, e agora estou amando a Val sem ao menos ter lido o livro<3

    http://meueternoinverno.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ás vezes eu vejo ele em promoção lá no submarino Dieny ^^ rsrs' a Val é uma guerreira, adoro ela ♥

      Excluir
  2. Nossa depois da resenha fiquei curiosa para ler!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim Luisa, acho que você vai gostar ^^

      Excluir
  3. Estou lendo esse livro no momento, foram vários comentários a respeito e muitas resenhas lidas, que por sinal adorei a do blog. Porém no meio, parte onde estou, o livro tá enrolado. Tenho medo de me decepcionar depois de tanta expectativa. Sei que sou dura para chorar mas até agora não senti nada que pudesse me emocionar. Vou até o fim afinal é super bem escrito e envolvente, mas esperei mais dele, quem sabe o final

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...