Irmandade de Copra - A Irmandade

Título: Irmandade de Copra - A Irmandade
Autora: Caroline Defanti
Editora Arwen (cortesia)
Páginas: 432
Edição: 1
Lançamento: 2015
Sinopse:  Em um futuro longínquo, a quase extinção do ser humano fez com que os poucos que restaram lutassem pela sobrevivência em colônias extraterrestres. Entretanto, alienígenas se apossam da Terra e a curam, mas os homens desejam ter seu planeta e vidas de volta. Mas os seres não parecem dispostos a abrir mão de seu novo lar. Por isso, os homens criam novos soldados, uma raça nova capaz de combater essas criaturas e recuperar o planeta. Assim nasce a Irmandade de Copra!


Resenha

Um dia, voltaremos e teremos o que é nosso novamente. – página 44

Após praticamente devastarem a Terra, os humanos criaram colônias na Lua e em Marte, onde lutam para sobreviver e criam super soldados, denominados Irmãos. Esses soldados lutam contra os Copranos, alienígenas que tomaram posse de nosso planeta e vivem nele desde então. Determinados a conquistarem seu planeta de volta, a Irmandade, da qual os Irmãos fazem parte, mistura DNA humano com o alienígena, fazendo assim pessoas mais fortes, ágeis e com poderes especiais com o objetivo de expulsar os Copranos do planeta Terra.

O livro já começa nos apresentando a transformação de dois Irmãos, Musa e Arcanjo, sendo a primeira a personagem principal da história. Ambos são treinados e passam por testes que os obrigam a deixar de lado seus passados, e junto com outros irmãos, Bruto, Boom, Padre, Chess e Versátil, passam a participar de missões na Terra e na Lua. A transformação não é fácil, muitas pessoas morrem durante o processo, então ver que esses personagens conseguiram sobreviver à ela já nos dá uma dica de que todos eles são fortes. Uns mais que os outros, porém, cada um tem um dom especial.

Durante o livro, eu não sabia bem em quem confiar. Torcia principalmente para que as duas espécies chegassem num acordo e passassem a viver em harmonia, mas sabia que isso não aconteceria tão cedo, então minha torcida ficou com os Copranos. Porém, os Irmãos também me conquistaram, principalmente por seu senso de humor e personalidades distintas. Não consigo pensar em nenhum deles que não tenha conquistado minha afeição, mas sei que Fera é o meu favorito.

A escrita de Caroline Defanti me surpreendeu bastante, confesso que não tinha expectativas altas para o livro, mas agora que já me apaixonei pelos personagens e estou doida pela continuação, elas batem no céu. O início do livro se provou um pouco cansativo e confuso para mim, encontrei vários flashbacks e em algumas cenas, eu não sabia bem o que estava acontecendo ou quando aquilo estava se passando, se era no passado ou presente. Mas ao longo da leitura fui me acostumando com isso.

Fiquei pasma com o final e com o amadurecimento de Musa, também conhecida como Aeris. Não esperava muito dela no início, achei que ela seria uma garota fútil, sem personalidade e vingativa, mas ela me impressionou bastante. Os Copranos também não ficam muito para trás, (confesso que não conseguia imaginá-los de acordo com a descrição da autora, eles sempre pareciam humanos para mim) especialmente Dakarai, o alienígena mais fofo, inocente e incrível que eu já conheci. Espero que a autora não dê uma de louca e o mate, pelamordedeus *-*

Estou mais do que doida pela continuação, a autora criou um final magnifico que deixa o leitor com gostinho de quero mais, e eu QUERO MAIS! Não sei bem o que acontecerá no próximo livro, mas algo no Glossário (nas últimas páginas) já me fez querer chorar, e meio que estragou as surpresas para os próximos livros. Acredito que foi um erro acrescentar certas informações ali, mas tudo bem.

Apesar de não ser o meu tipo favorito de livro, Irmandade de Copra conseguiu me conquistar, achei que, mesmo com mais de 400 páginas, o livro ainda pareceu pequeno, pois a história passa-se tão rápido que mal dá para perceber. Espero que a autora capriche na continuação, e começo a contar os dias para isso a partir de agora ♥


16 comentários

  1. Adoro livros sobre apocalipse,e esse titulo junto com essa capa mais a sua resenha,com certeza ele entrará na minha lista de leitura!
    Adorei seu blog,Abraços.
    .
    www.garotoaocubo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você goste muito do livro, Anderson :)

      Excluir
  2. Adoro livros desse gênero, e fico feliz que você tenha gostado. Estou bastante ansiosa para a leitura e espero gostar bastante da proposta criada pela autora. Já me imagino totalmente dividida entre os personagens. Parabéns pela resenha.
    Beijos,
    http://miiheomundoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que você também goste do livro, Yasmim :)

      Excluir
  3. Bem diferente de tudo o que tenho livro ultimamente.
    Gostei da ousadia da autora!
    É tão bom quando muitas páginas passam sem que ao menos percebamos.

    Te indiquei em uma TAG
    Passa lá no blog!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é muito bom mesmo ♥ espero que você goste do livro, Rízia ^^ muito obrigada pela indicação, vou dar uma passadinha no Livroterapias :)

      Excluir
  4. Olá
    Na primeira oportunidade que tiver, compro esse livro, porque cada vez que leio uma resenha sobre ele fico com mais vontade de ler, gosto de livros assim, aliás gosto de todo tipo de livro, menos auto-ajuda, gostei da resenha.
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha' espero que você goste do livro, Liv :)

      Excluir
  5. Helloo, Dryh! Tudo bem?!
    Esse também não é um dos meus gêneros favoritos, mas com certeza leria a obra porque é uma autora nacional (gosto de gostar de livros nacionais *-* ) e porque estou curiosa para conferir o mundo que ela criou, bem como a sua escrita!
    Gostei da resenha!
    Beijin...
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha' eu também gosto de gostar de livros nacionais ♥ espero que você goste do livro, Alana :)

      Excluir
  6. Olá!!!
    Também ainda não li o livro por medo de não gostar mas tão quando nos surpreendemos né?
    Que pena que o começo é meio parado e tem flash backs no meio da história, é ai que me perco toda rsrs. Muito mesmo lendo 400 páginas vc querer mais. Vou pensar aqui se vale a pena a leitura. Adorei sua resenha

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Apesar de não ler muito esse gênero de ficção científica, fiquei impressionada com esse livro, e com certeza o leria só para poder ter essa sensação de quero mais, e de que 400 páginas não foram suficiente, e que leria muito mais.
    Vou adc a minha lista de livros

    ResponderExcluir
  8. Ola Dry menina não consigo ler com temas de extraterrestres não fluiu a leitura, esse é um dos poucos temas que não leio, mesmo com sua ótima resenha e elogios a escrita do autor, dessa vez vou deixar passar. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  9. Oii, tudo bem?
    Eu adoro livros de ficção e gostei muito da premissa de a Irmandade de Copra. O livro com certeza já está na minha listinha de desejados.

    ResponderExcluir
  10. Oooi,
    Gostei muito da temática do livro, livros sobre apocalipse sempre me conquistam vou procurar mais sobre ele.
    Vitória Zavattieri
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  11. Oii Dryh, eu não conhecia esse livro e nem a autora. Adorei o modo como você escreveu a sua resenha. Assim como você esse não é o meu tipo de história preferida, mas se você gostou é capaz de eu gostar também, afinal percebi que temos um gosto meio parecido.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

Oiê! Muito obrigada por passar por aqui, deixe um recadinho com o link do seu blog e a gente dá uma passadinha lá mais tarde :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...